Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações
Selo

Setores de alimentação e de hospedagem devem faturar mais de R$ 500 mil durante a realização dos Jogos da Melhor Idade, disputados de 13 a 18 de agosto

Cb image default
Divulgação

Nova Andradina vem se tornando polo de atração para eventos esportivos que ajudam a movimentar a economia local. Atualmente, o município sedia os Jogos da Melhor Idade de Mato Grosso do Sul, recebendo cerca de 700 atletas com mais de 60 anos.

Outras competições deste porte e até maiores fazem parte do calendário de eventos como o New Route Motorcycle, Corrida Ciclística e Pedestre do Trabalhador, a prova de montain bike Ultramaratona Pata de Onça e a Copa Ercílio Carreira Mendes, que juntas, atraem quase 5 mil pessoas à Cidade Sorriso. 

Cb image default
William Gomes

Segundo informações do diretor de eventos, Renan Rolin de Moura, as despesas com alimentação e hospedagem são custeadas pelo Governo do Estado. A taxa de ocupação dos hotéis é de praticamente 100% e a receita total, incluindo hospedagem, transporte, combustível, alimentação e outros serviços pode gerar impacto direto de meio milhão de reais.

Diariamente, estão sendo servidas quase 1400 refeições, durante os 6 dias de disputa. A estrutura do buffet pertence a uma empresa contratada, porém, todos os alimentos são adquiridos nos estabelecimentos comerciais de Nova Andradina. A empresa ainda contratou, temporariamente, 10 auxiliares de cozinha para ajudar no preparo das refeições.

“Atletas, técnicos, equipe de apoio e arbitragem e funcionários da Fundesporte estão hospedados em 12 hotéis. Trouxemos apenas os “âncoras” como os chefes de cozinha. O restante da mão de obra é daqui, contratamos para nos atender durante os jogos. Certamente, o giro econômico é muito bom para o município”, detalha o responsável pela empresa.  

A gerente do Hotel B&S, Carol Kunimatsu, confirmou que todos os quartos estão ocupados até domingo, data de encerramento dos Jogos. “Essas competições reforçam o nosso mercado e têm o poder de movimentar recursos financeiros, receita que vem não somente para os hotéis, mas o comércio local como um todo. Nova Andradina está pronta para receber eventos. Vemos investimentos em infraestrutura e mão de obra para melhorar o atendimento. A cidade por si só está linda. Praças e ruas encantam os que nos visitam”, analisa a gerente.

O Hotel Tropical recebeu as delegações das cidades de Selvíria e Jardim. Para o proprietário, Edival Freires receber este público – os idosos – é uma satisfação. “São muito educados, alegres e simpáticos”. Ele acredita ainda que além de aquecer a rede hoteleira, esses eventos dão visibilidade para a cidade, tanto é que o hotel já se prepara para receber mais de 680 ciclistas que vêm para a Ultramaratona, nos dias 7 e 8 de setembro.

“Ficamos felizes de recepcionar visitantes de vários estados brasileiros e até estrangeiros. O hotel está com lotação total neste final de semana. É o nome de Nova Andradina sendo divulgado positivamente”, comenta o empresário.

As boas perspectivas, segundo o diretor presidente da Funael, Willian Moraes, devem se estender para os próximos meses, uma vez que a cidade se candidatou e irá sediar outras competições de nível estadual. A meta é realizar um grande evento esportivo a cada 3 meses. Já está confirmada a etapa do Jogos da Juventude de Mato Grosso do Sul, nos dias 27, 28 e 29 de setembro, nas modalidades vôlei de praia, ginástica rítmica, badminton, xadrez e tênis de mesa

“Estamos investindo na estrutura física de nossas praças esportivas e a Fundesporte assim como outros órgãos de promoção e financiamento do esporte e do lazer reconhecem esse esforço e estão abrindo as portas para a realização de novos eventos”, destacou o professor Willian.

Gilberto Garcia reforça a importância da captação de grandes eventos para o município e do envolvimento de várias secretarias de governo para dar todo o suporte necessário como transito, esporte, cultura, assistência social, educação, comunicação e serviços públicos.

“Estamos trabalhando desde 2017 para a construção de um calendário anual, incentivando a realização de eventos culturais e esportivos que possam repercutir na economia da cidade. Com o trabalho da Funael, apoio de todos os setores da prefeitura e de parceiros de outras instituições, estamos superando as dificuldades para dar um novo título a Nova Andradina: Cidade polo dos grandes eventos esportivos”, encerra o prefeito. 

Cb image default
João Cláudio