Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Implantação desta ferramenta desburocratizará e dará maior agilidade ao atendimento dos usuários da Política de Assistência Social do município

Cb image default
João Cláudio

Considerando a importância da execução da Vigilância Socioassistencial no Município, a Secretaria de Cidadania e Assistência Social (Semcias) de Nova Andradina adquiriu, neste mês de agosto, um sistema on-line para emissão e compilação dos dados de atendimento dos usuários da Política de Assistência Social. Na semana passada, os servidores envolvidos neste trabalho passaram por uma capacitação para uso deste sistema, denominado GESUAS.

A capacitação foi ministrada pelo instrutor Jader Lopes, de Minas Gerais, tendo como objetivo tecer uma reflexão sobre conceitos e a relevância do planejamento e execução da Política de Assistência Social do município, visando a consolidação e qualificação do Sistema Único de Assistência Social - SUAS.

Segundo o art. 90 da NOB/SUAS/2012, a área da Vigilância Socioassistencial está diretamente vinculada aos órgãos gestores da Secretaria que executa a Política de Assistência Social nos municípios. No caso de Nova Andradina, a Semcias.

Conforme informações da Secretária da pasta, Julliana Caetano Ortega, todo o processo passará a ser on-line e não será mais necessário formatar manualmente os dados estatísticos sobre a situação de vigilância de riscos e vulnerabilidade da população. “A implantação desta ferramenta desburocratizará e dará maior agilidade ao atendimento dos usuários. Seus resultados acarretarão em ganhos visíveis e diferenciados à Política de Assistência Social, que muito carece de análises qualificadas, salientou.

Cb image default
João Cláudio

Participaram da Capacitação, a subsecretária de política de assistência social, Sonia Cristina Rodrigues Amaral, a subsecretária de gestão do suas e vigilância socioassistencial, Josefa Ferreira de Almeida, gerente de proteção social especial de média e alta complexidade Fabiana Santos, todos os técnicos do órgão gestor, coordenadores e técnicos dos CRAS, Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), CREAS e toda a Rede de Proteção Social Especial de Média e Alta Complexidade não Governamental.