Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Fazendo parte da programação do Agosto Lilás, o curso foi ministrado de forma gratuita pelo professor Valadares.

Cb image default
William Gomes 

Em meio ao crescimento de feminicídios no País, a Secretaria Executiva de Políticas Públicas para a Mulher em parceria com o professor Valadares realizou, no último sábado (21), o curso de defesa pessoal para mulheres, no Centro de Convivência do Idoso.

O objetivo é ensinar técnicas para que elas usem as artes marciais para autodefesa. Participaram da ação, mulheres vítimas de agressão atendidas pelo CRAM (Centro de Referência e Atendimento à Mulher), pessoas do sexo feminino que passaram ou não por situações de violências e que fizeram inscrição antecipadamente. 

Cb image default
William Gomes

A secretária da pasta destacou a importância das aulas no combate a violência. “São técnicas adaptadas para defesa pessoal, no qual a mulher pode se defender de uma agressão dentro ou fora de casa. Trabalhando de forma preventiva, ensinamos essas mulheres a saírem de um risco de violência iminente”, ressalta Julliana Caetano Ortega.

Na análise de José Roberto Valadores, o curso superou as expectativas. “As mulheres estavam bem motivadas e tiveram a possibilidade de tirar suas dúvidas sobre como se defender no momento real. Percebemos a dificuldade e os medos em relação como parar de forma efetiva o agressor, e o curso veio especificamente para cobrir essa questão, de forma simples e totalmente eficaz”, frisou o professor de artes marciais.

Vale citar que todos os anos, a Escola de Kung Fu Wushu abre as portas ao público, oferecendo este curso de forma espontânea e gratuita. Desta vez, o curso contou com a parceria do governo municipal, através da Secretaria Executiva da Mulher e também não teve fins lucrativos.