Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Programa Jovem Aprendiz é desenvolvido pela Secretaria de Cidadania e Assistência Social, em parceria com SENAR e Casa do Trabalhador

Cb image default
Divulgação

A parceria entre a Prefeitura de Nova Andradina, através da Secretaria de Cidadania e Assistência Social, e a Energética Santa Helena irá possibilitar a inserção de 40 jovens no mercado de trabalho.

A iniciativa faz parte do programa social Jovem Aprendiz, cuja finalidade é oferecer uma oportunidade para os adolescentes conquistarem seu primeiro emprego, ao mesmo tempo em que recebem capacitação técnica-profissional.

De acordo com a secretária Julliana Ortega, a parceria foi oficializada após reunião com representantes da empresa sucro-alcooleira e Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (Centro Municipal da Juventude Olívio Paro Dan). Também participam da parceria o SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) e a Casa do Trabalhador, local onde os integrantes do programa recebem orientação e encaminhamento para o mercado.

A gestora da Semcias (Secretaria de Cidadania e Assistência Social), Julliana Caetano Ortega, agradeceu o empenho de todos os envolvidos. “Esta parceria irá proporcionar a inserção de 40 adolescentes em situação de vulnerabilidade social no mercado de trabalho. Minha gratidão a todos os nossos parceiros e também ao prefeito, que é um grande incentivador de projetos que oferecem dignidade e a oportunidade do primeiro emprego para a nossa juventude”, reiterou.

Para Gilberto Garcia, a pandemia alterou as relações no mundo corporativo, gerou dúvidas e inseguranças no cenário profissional. Por isso, mais do que nunca, quando as empresas abrem as portas e acolhem os jovens está tornando mais promissor o futuro das novas gerações. “Mais que uma obrigação legal, o programa de aprendizagem do jovem é uma grande ferramenta de responsabilidade social”, informa o prefeito.

O que é necessário para ser um Jovem Aprendiz

Para fazer parte desta parceria os adolescentes/jovens devem respeitar os critérios estabelecidos pelo decreto nº 9579 de 22 de novembro de 2018 que estabelece o perfil do público que deve ser prioritário para ingressar neste grupo de aprendizagem.

Aqui em nova Andradina ficou estabelecido que o jovem deve estar inscrito tanto no Serviço de convivência e fortalecimento de vínculo de 15 a 17 anos e no Acessuas Trabalho, que são o programas e serviços vinculados a Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social e desenvolvido no Centro Municipal da Juventude Olívio Paro Dan.

Jovens interessados em ingressar neste programa deverão solicitar o encaminhamento no seu CRAS de referencia: CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) – Irman Ribeiro e CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) – Durval Andrade Filho. É necessário apresentar a cópia dos seguintes documentos:

• Certidão de Nascimento, RG e CPF do adolescente;

• CPF e RG do responsável;

• Comprovante de Residência;

• Atestado de Matricula Escola;

• Cartão do SUS

• Folha Resumo do V7 – Cadastro Único (atualizado 2021).