Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Atletas nova andradinenses se destacam na XXII edição das Olimpíadas Especiais com a conquista de medalhas de ouro, prata e bronze

Cb image default
Divulgação

Ao recebê-los no Gabinete do Paço Municipal, na tarde dessa sexta-feira, 14, o prefeito Gilberto Garcia cumprimentou e parabenizou, os quatro atletas que participaram da XXII edição das Olimpíadas Especiais das Apaes, promovida entre os 3 e 8 de dezembro, em Canoas, no Rio Grande do Sul.

A entidade enviou uma delegação composta pela diretora pedagógica Cleonice Santos de Souza, o professor de educação física e atividade complementar Wagner Jorge dos Santos e os quatro atletas para competir nas modalidades atletismo e natação. Além do destaque com a conquista de 3 medalhas, todos tiveram a oportunidade de conhecer um novo estado, uma nova cultura e de interagir com atletas e participantes de todo o país.

Todos os atletas recepcionados pelo prefeito ostentavam medalhas no peito, a exemplo de Alessandra Miranda de Oliveira, ganhadora do ouro em natação, nado costas, e Felipe de Queiroz Campiteli, com duas medalhas, prata no 400 metros no atletismo e bronze no lançamentos de pelotas. Maraisa de Souza Matos representante na equipe de atletismo revezamento 800m e Nickolas Vogel receberam medalhas de participação.

O prefeito Gilberto Garcia parabenizou os alunos e toda a equipe de profissionais da APAE. “Os resultados comprovam que todos os esforços para promover a inclusão de pessoas com deficiência são recompensadores. E isso só reforça o nosso compromisso em continuar apoiando a instituição, que realiza um trabalho de excelência no nosso município”, comentou o chefe do poder executivo municipal.

O professor de educação física da Apae avaliou de forma extremamente positiva a participação dos atletas. “Foi um momento de grandeza, onde todos puderam através do esporte superar as dificuldades no dia a dia e demonstrar suas capacidades através da participação dos jogos. Bem como uma troca de experiências e vivências únicas com os demais atletas e delegações de outros municípios”, pontua.

‘Parceria imprescindível’ – E, para continuar a pôr em prática esse trabalho de desenvolver as potencialidades de seus assistidos, a Apae conta com uma série de parcerias, sendo a mais direta com o Governo Municipal. “É imprescindível a parceria que há entre a Prefeitura e a Apae. Só com as doações, não teríamos condições de oferecer os serviços que oferecemos”, afirmou Ida Merces do Nascimento, que também acompanhou à equipe na vinda ao gabinete.

A presidente agradeceu também a equipe de profissionais da Apae, pais dos alunos, Federação das Apaes (financiou a viagem da delegação) e a sociedade nova andradinense, que colaborou na compra de pizzas para viabilizar a alimentação dos atletas no Rio Grande do Sul.

Mais sobre as Olimpíadas

A Federação Nacional das Apaes (Fenapaes) promove, desde 1973, as Olimpíadas Especiais das Apaes, cujo objetivo é estimular a ação participativa e integrada de atletas, profissionais, dirigentes e familiares, através do esporte e lazer em um ambiente competitivo.

Ao todo, participaram da competição 23 delegações estaduais, 1.556 atletas em 11 modalidades esportivas – atletismo, natação, tênis de mesa, ginástica rítmica, ginástica artística, capoeira, bocha, futsal, futebol society, handebol e basquete.