Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Outra definição do decreto é a proibição integral de atividades e serviços privados não essenciais e o fechamento de estabelecimentos comerciais.

Cb image default
Divulgação

Diante do avanço do Coronavírus no estado de Mato Grosso do Sul e em todo país, a Prefeitura de Nova Andradina convocou uma reunião de emergência na manhã deste sábado (21) com as autoridades da saúde, poder legislativo e polícia militar e resolveu endurecer as medidas de prevenção e enfrentamento a pandemia mundial.

As 11 horas da manhã, foi transmitida ao vivo uma live pela página oficial da Prefeitura, onde o prefeito Gilberto Garcia acompanhado do vice-prefeito Nenão, secretário Arion Aislan (saúde), Amarelinho (presidente da Câmara), Jailson Pfeifer (procurador geral) e Capitão Vieira (Força Tática) anunciando a edição de um novo decreto com novas medidas para reduzir a circulação de pessoas na ruas da cidade.

A primeira determinação instituída foi o toque de recolher das 20 horas às 4 horas da manhã, para confinamento domiciliar obrigatório em todo o município, a partir desta terça-feira, dia 24 de março. A Polícia Militar dará apoio na fiscalização.

Cb image default
Divulgação

A partir desta data fica proibida a circulação de pessoas na cidade, exceto aquela para acesso a serviços essenciais de comprovada necessidade ou urgência. As forças de segurança irão monitorar o cumprimento do decreto, quem desrespeitar a regra fica sujeito à prisão. O objetivo é evitar aglomerações. As pessoas devem ficar em isolamento social. Para efeitos, será considerado aglomeração, uma reunião com mais de 10 pessoas.

Outra definição do decreto é a proibição integral de atividades e serviços privados não essenciais e o fechamento de estabelecimentos comerciais.

Poderão funcionar clínicas de saúde, supermercados, mercados, padarias, indústrias relacionadas a alimentos e medicamentos. Também ficam liberados para atividade o setor de autoatendimento das agências bancárias, serviços de telecomunicações, de internet e postos de gasolina. Os restaurantes poderão atender apenas pelo sistema de entrega (delivery).

Os comércios autorizados a funcionar deverão adotar medidas para evitar a aglomeração de pessoas. No caso de supermercados poderão permitir a permanência de, no máximo, 30 pessoas por vez. A distância das pessoas que permanecerem em filas deve ser de 1 metro.

De acordo com o prefeito as medidas se tornam necessárias com base nos números crescentes no Estado de Mato Grosso do Sul. "Não temos até o momento nenhum caso confirmado em Nova Andradina. Não há motivo para pânico. O importante agora, é tomar medidas enérgicas a fim de evitar a propagação do vírus. O único remédio é a prevenção", destaca Gilberto Garcia.

Na próxima segunda-feira, o decreto será publicado na integra no Diário Oficial do Município.