Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Foi primeira dama por dois mandatos, 1967-69/ 1973-76, sendo esposa do prefeito Alcides Menezes de Faria

Cb image default
Divulgação

A Prefeitura de Nova Andradina, no Decreto N° 2.316, publicado em seu Diário Oficial desta segunda-feira (29), determinou Luto Oficial por 3 dias pelo falecimento da Srª Maria Romilda de Faria.

Nascida em Nazareno-MG, em 8 de abril de 1934. Maria Romilda chegou em Nova Andradina em 1961.

Pioneira, Dona Romilda foi a segunda na história, a exercer o título de Primeira dama do município e, assim, foi por dois mandatos, 1967-69/ 1973-76, sendo esposa do prefeito Alcides Menezes de Faria.

Foi professora do MOBRAL no período posterior ao segundo mandato de Alcides.

Católica atuante, era liderança religiosa muito querida no movimento Apostolado da Oração. Juntamente com seu marido, Romilda apadrinhou mais de uma centena de crianças e adolescentes, sendo madrinha dos sacramentos do batismo e da crisma.

Muito solícita e acolhedora, recebia com alegria em sua residência, pessoas simples e necessitadas, sempre com mãos estendidas e solícitas aos pedidos de quem nada tinha em casa para comer.

Nos últimos 10 anos de sua vida, padecera da Doença de Alzheimer.

Faleceu no final da tarde deste domingo (28), por volta das 17h por causas naturais e, foi sepultada no final da tarde desta segunda-feira (29).

A bela história da eterna primeira dama nova-andradinense deixa os filhos, Alcides Bartolomeu, Bernadete Maria, Branca Maria, Maria Beatriz, José Menezes (falecido no parto), Heitor Tadeu, Blair Antônio, Helder José (vice-prefeito de Nova Andradina por dois mandatos), Vicente Marcos (ex-vereador), Sandra Menezes, Simone Menezes, Fábio Menezes (falecido) e Otacílio Menezes (adoção).

Aos familiares, o prefeito Gilberto Garcia estende sua solidariedade e reconhece, para a história do município, o legado de Maria Romilda de Faria.

Cb image default
Divulgação