Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Além da arborização com espécies nativas, projeto visa eternizar lembranças de entes queridos e promover a esperança.

Cb image default
Foto: William Gomes

A pandemia da Covid-19 atinge o mundo desde o início do ano de 2020. Dados do Ministério da Saúde revelam: o Brasil está entre os países com mais números em óbitos e infectados no mundo. São mais de 22 milhões de pessoas infectadas e 587 mil mortes pela doença. As mortes superam soma de vítimas de homicídios e de acidentes de trânsito em 2019.

Em Nova Andradina, são 4015 casos e 97 óbitos. Diante dessa realidade, a Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Integrado (SEMDI), desenvolveu o projeto “Arvores da Saudade”, uma iniciativa que vem sendo aplicada em diversas cidades brasileiras.

Cb image default
Foto: William Gomes

Na segunda-feira (20), as 8 horas, em frente ao Velório Municipal, o governo municipal irá plantar 97 árvores da espécie ipê, representando cada vítima da pandemia no município.

Além da arborização com espécies nativas, o projeto visa eternizar lembranças de entes queridos e prestar homenagem aos profissionais de saúde.

Nas palavras do secretário Hernandes Ortiz, o bosque representa a continuidade dos laços, do vínculo e do amor, simboliza a esperança no futuro. Além de deixar a cidade mais arborizada, o plantio de uma árvore significa vida e simboliza a esperança no futuro. Cada muda plantada receberá uma placa com o nome das vítimas.

“Será um local de luto e de homenagens, uma forma de preservar a memória das pessoas que tiveram suas vidas interrompidas por consequência da doença, além de prestar condolências aos familiares e amigos das vítimas. Também homenagearemos os profissionais de saúde que foram acometidos pela doença ao desempenharem suas funções no enfrentamento à pandemia”, explica o secretário. 

Cb image default
Foto: William Gomes

Os familiares poderão cuidar da árvore, que carrega o nome do seu ente querido e, ao mesmo tempo, depositar as energias de dor, luto e tristeza, que serão transformadas em amor e esperança.

Famílias que não quiserem ter o nome do seu ente querido neste “memorial” devem entrar em contato com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Integrado (SEMDI) para manifestar sua vontade.