Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Ação promove a inclusão social, estimula o cooperativismo, o uso de tecnologias para o aumento da geração de renda e facilita o acesso aos serviços públicos

Cb image default
Foto: William Gomes

O prefeito Gilberto Garcia inaugurou nesta manhã de sexta-feira (19), o Centro de Inclusão Digital “Edson Tolotti Machado”, localizado no Assentamento Teijin, com total infraestrutura e uma rede interligada por 10 computadores com conexão gratuita à internet, impressora, televisor de 43 polegadas, projetor multimídia e mobiliário (armário, cadeiras e mesas).

O projeto beneficia produtores da Cooperativa de Prestação de Serviço e Reforma Agrária do Vale do Ivinhema – COPAV, como também estudantes e a comunidade rural em geral. 

Cb image default
Foto: William Gomes

A iniciativa é resultado de mais uma parceria da Prefeitura de Nova Andradina (através da Semdi) com o governo do estado de MS, através da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).

Presentes na solenidade de inauguração, o prefeito Gilberto Garcia, vereador Airton Castro e o presidente da Copav, Valdecir Alves dos Santos, homenagearam o saudoso ex-vereador Edson Tolotti Machado, que foi um dos batalhadores deste projeto. A filha de Tolotti, Nayelle, representou os familiares do ex-vereador e morador deste assentamento e agradeceu pela denominação do novo espaço.

Cb image default
Foto: William Gomes

“Meu pai lutou por isso, mas esta é uma conquista de toda comunidade. Obrigada pela homenagem”, declarou Nayelle.

Com um olhar voltado à agricultura familiar, o prefeito Gilberto ressaltou a importância das parcerias entre governo – municipal e estadual – instituições não governamentais, neste caso, a COPAV, para a viabilização de projetos que promovam que estimulam o cooperativismo e o uso de novas tecnologias no campo como forma de aumentar a produção e melhorar as condições de vida do homem do campo. 

Cb image default
Foto: William Gomes

“Este espaço abre um novo leque para ações do governo municipal junto aos moradores, possibilitando a prefeitura desenvolver novos cursos na área de qualificação profissional e geração de renda”, considerou, conclamando o governo do estado para a formalização de novas parcerias para o transporte de calcário até os assentamentos.

O governo do estado foi representado pelo superintendente de ciência, tecnologia, produção e agricultura familiar, Rogério Pereta, que destacou a importância dessa ferramenta de inclusão digital para a abertura de novos horizontes por meio do acesso a cursos técnicos e de educação à distância, entretenimento e serviços públicos. “É uma ferramenta importante que poderá fortalecer a associação e oferecer maior facilidade para atender às demandas por assistência técnica, saúde e serviços”, avalia Rogério.  

Cb image default
Foto: William Gomes

O Centro de Inclusão Digital

O Centro de Inclusão Digital é coordenado pelo projeto Tecnologias Sociais para o Desenvolvimento de Território da Cidadania de MS - o Tecsocial, aprovado junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação E Comunicações-

Dentre os seus objetivos, o principal é criar uma rede de centros de inclusão digital- Recid, o qual viabilizará nas comunidades acesso ás tecnologias digitais de informação e comunicação, atuará como um meio de promover inclusão social, além de estimular o cooperativismo, aplicação de tecnologias para o aumento da geração de renda e a participação em políticas públicas.

Atualmente a rede é composta de nove Centros de Inclusão Digital, sendo 05 localizados em assentamentos rurais, e 04 localizados em aldeias indígenas que estão conectados em rede.