Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações
Cb image default
Divulgação

Em sua 32ª edição, a Corrida de Pedestre e Ciclismo do Trabalhador reuniu cerca de 400 atletas de todas as idades e de vários estados, que realizaram o percurso em duas modalidades, de 5 e 10 km, nas categorias feminino e masculino.

Todos os participantes receberam kits com camisas e microchip para monitoramento das provas. O diretor presidente da Funael, Willian Moraes, não escondeu sua alegria de mais um evento realizado com sucesso e tranquilidade, com grande aceitação do público. 

Cb image default
Divulgação

“É uma excelente oportunidade para reunir a família em torno do esporte e da promoção de práticas de vida saudável. Tanto a corrida de rua como o ciclismo abraçam desde crianças até os idosos. E nós vimos isso neste 1º de maio. Atletas competindo para superar seus próprios limites, para vencer o sedentarismo, pra confraternizar com outras pessoas ou simplesmente se divertir”, avaliou Willian.

Cb image default
Ana Lívia participou da iniciativa acompanhada da mãe

Uma das novidades desta edição foi a “maratoninha infantil”, voltada para crianças de cinco a 12 anos de idade, com pequenos percursos. Não houve perdedores ou vencedores. O foco central foi o incentivo à prática esportiva desde a infância. Ana Lívia participou da iniciativa acompanhada da mãe, Rosangela. “Foi a primeira vez que eu competi. Foi muito legal”, disse a garotinha de 5 anos.

Cb image default
Os irmãos Felipe e Iasmin

Os irmãos Felipe e Iasmin, de 9 e 7 anos de idade, vieram juntos com a madrinha Daiane Nascimento e o marido Célio Dias para curtirem a corrida e também entraram na brincadeira. “Felipe faz karatê, gosta de treinar e de praticar esporte. E a Iasmin tá indo pro mesmo caminho. Eles ficaram muito felizes de participar da maratoninha. Foi uma ideia muito bacana da organização”, disse Daiane, que fez questão de parabenizar o município pela realização do evento esportivo.

Cb image default
Divulgação

De fato, as vitórias não são apenas daqueles que sobem no pódio. Tem muita gente que corre por prazer, anda de bike para se superar, que pratica o esporte para envelhecer com saúde de corpo e de mente. É esta a lição que o senhor Jose Eliz Carneiro, de 91 anos, morador do Portal do Parque, deu a todos os nova-andradinenses e visitantes de outras cidades.

“Ninguém para de correr porque envelheceu. Ao contrário, a gente envelhece porque para de correr. Não tenho diabetes, pressão alta, doença nenhuma. Durmo bem, como na hora certa. Não fumo e não bebo. Já corri maratona de 100 km, fui campeão em diversas categorias, mas a vitória maior mesmo é poder chegar até aqui com disposição e saúde. O esporte me deu isso”, declarou, ao receber a medalha de bronze na categoria para atletas acima de 60 anos, percorrendo 5 quilômetros em 43 minutos. 

Cb image default
Divulgação

Abertura e presença de autoridades

O prefeito Gilberto Garcia deu a largada para as provas de pedestre e de ciclismo e participou da solenidade de premiação, acompanhado da primeira-dama Joana Darc Bono Garcia.

Os vereadores Arion Aislan, Pedro Soares, Alemão da Semente, vereadora Márcia Lobo e o ex-subsecretário de infraestrutura do estado, Pedro Caravina, prestigiaram os eventos. Já o presidente da Câmara, Leandro Fedossi, e o vereador e líder do prefeito no legislativo, Fábio Zanata, também marcaram presença como atletas nas provas de pedestre e de mountain bike, respectivamente.

O chefe do poder executivo municipal preferiu não discursar, mas disse que estava feliz de ver a cidade movimentada, ver as pessoas praticando esporte, buscando por mais qualidade de vida. “Esses eventos proporcionam momentos de interação, de alegria, de amizade. Muito bom voltar a receber competições deste nível, receber atletas do Paraná, de São Paulo e de todo nosso MS. Nova Andradina é muito receptiva, sabe acolher as pessoas. Foi um dia de energia boa, de alto astral, um clima realmente agradável de ver e de curtir”, destacou Gilberto Garcia, parabenizando a Funael e os demais apoiadores pela realização deste evento.