Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

A aula, realizada no anfiteatro da Escola “Professor João de Lima Paes” na noite desta terça-feira (19), contou com a presença do prefeito Gilberto Garcia.

Cb image default
João Cláudio 

A marca da educação municipal de Nova Andradina é a inclusão social. Através da promoção do conhecimento sobre a língua dos sinais, o Curso de Libras inicia mais um ano com grande sucesso de procura. Em nível básico, o curso teve procura recorde: somente no primeiro dia de inscrições online, a SEMEC recebeu o cadastro de aproximadamente 300 pessoas interessadas nas aulas coordenadas pela professora Suzana Blasque.

A aula inaugural do curso, realizada na noite desta terça-feira (19), no anfiteatro da Escola Municipal “Professor João de Lima Paes”, contou com a presença do prefeito Gilberto Garcia, acompanhado de seu vice Nenão, do secretário de Educação Fábio Zanata, do vereador Wilson Almeida e da primeira dama do município e também vereadora Joana Darc Bono Garcia. A iniciativa da Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Cultura, está sob a coordenação e aplicação do conteúdo à responsabilidade dos profissionais do Núcleo de Educação Especial Inclusiva (NUMESPI). 

Cb image default
João Cláudio

Comemorando o sucesso do curso, Gilberto Garcia parabenizou os profissionais pela competência, e justificou que o trabalho é reconhecido pela comunidade, dada a quantidade de pessoas que se inscreveram. Gilberto frisou que o curso, mais que voltado à comunidade surda, é nos dias de hoje uma obrigação dos ouvintes. “É uma maneira de garantir cidadania aos surdos e divulgar a Língua Brasileira de Sinais para que todos possam obter conhecimento e, fundamentalmente, auxiliar as pessoas surdas”, disse o prefeito.

Cb image default
João Cláudio

De acordo com a professora Suzana Blasque, profissional do NUMESPI, a Libras é a segunda língua de expressão no Brasil e também é um componente curricular nos cursos de graduação, no que se refere à licenciatura, inclusive em alguns cursos de bacharelado. Sendo gratuito, de fácil ingresso e oferecido por meio de aulas presenciais teóricas e práticas, Suzana comemora essa oportunidade aberta ao público, mas afirma que ainda há uma longa estrada a se caminhar para que a sociedade encare a acessibilidade como prioridade.

No começo deste ano, o prefeito Gilberto Garcia autorizou a SEMEC a instituir o Centro de Idiomas, que acolherá a matrícula de estudantes de Nova Andradina em aulas de língua estrangeira (inglês e espanhol) com a inclusão da formação em Libras nesta mesma iniciativa pioneira no interior do Estado. 

Cb image default
João Cláudio