Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações
Cb image default
Divulgação

A Prefeitura de Nova Andradina e a Biblioteca da Indústria do Conhecimento do SESI promoveram nesta quarta-feira (08.06), o lançamento do "Projeto 60+. O objetivo da iniciativa é levar inclusão digital para a terceira idade, ampliando o acesso dos idosos às facilidades que a tecnologia oferece.

O prefeito Gilberto Garcia, a primeira-dama Joana Darc e a secretária de educação, Giuliana Masculi Pokrywiecki foram recebidos pela coordenadora da Biblioteca Sesi, Regina Leite, e pelo professor Leandro Domingues, para a abertura e aula inaugural do projeto. Também participaram da cerimônia, o coordenador do Projeto Conviver, Hermes Santos, componentes do grupo da melhor idade e o aspirante Thomaz, representante do 8º Batalhão da Policia Militar. 

Cb image default
Divulgação

Regina Leite fez uma breve explanação sobre o “Projeto 60+”, destacando que a ideia surgiu há dois anos, mas devido a pandemia estava “adormecida”. Agora, está sendo possível colocar a iniciativa em prática. “Estamos muito contentes com a grande procura pela nossa melhor idade, com o interesse pela tecnologia. Agradeço a Semec e a gestão municipal, sempre parceiros em todas as nossas ações”, disse a coordenadora.

Cb image default
Divulgação

Inscrita no novo projeto, Deise Carmo falou da expectativa de começar a frequentar às aulas. “Tenho 75 anos, mas não me sinto idosa. Quero sempre aprender as coisas, assim como meus colegas do Conviver. Estamos dispostos a aprender a tudo, somos pau pra toda obra. Então, só tenho a agradecer ao Sesi, ao prefeito, porque ele totalmente por nós. Tudo que nós precisamos, somos atendidos. Pode passar lição de casa, pode dar prova, vamos tirar nota 10 com louvor”, afirmou a aposentada.

Cb image default
Divulgação

Em nome do governo municipal, o prefeito Gilberto e a secretária Giuliana agradeceram ao Sesi pelo olhar e cuidado para com a melhor idade.

“Quando se fala em educação, pensamos em crianças. Mas, aprender não tem idade. Isso é dar valor aos idosos, que estão ativos e sempre dispostos a buscar conhecimento. O curso é uma oportunidade incrível para se instruírem sobre fake News, golpe através de aplicativos de celular e outras situações que infelizmente são cada vez mais comuns na atualidade”, pontuou Giuliana.

Para o chefe do poder executivo municipal, a tecnologia faz parte da rotina das pessoas. Então, todos precisam estar antenados com as novas ferramentas – o whatApp, o notebook, os aplicativos bancários. Daí, a importância deste curso para a melhor idade. “Hoje parece que as crianças já nascem nesse mundo tech. As brincadeiras são na tela do celular. É uma geração diferente. Mas, nunca é tarde para o conhecimento. Com certeza, esse curso vai agregar muito na vida de todos os idosos. Aliás, vocês não são idosos, são jovens por mais tempo. Tem disposição, saúde e vontade de aprender. E vão aprender muito aqui”, destacou Gilberto. 

Com carga horária de 30 horas, as aulas acontecerão uma (1) vez por semana, finalizando o curso em 15 encontros, 4 meses. Cada turma terá 9 alunos.

Serviço – A Biblioteca da Indústria do Conhecimento do SESI está localizada na Rua Walter Hubacher, 1299, na Praça do Museu. Mais informações pelo telefone (67) 3441-7947.