Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Nos dias 24 e 25 de abril, das 8h30 às 17 horas, a Praça da Biblioteca Municipal se tornará um espaço lúdico em favor da promoção da leitura

Cb image default
Divulgação

O projeto de leitura “Cultura de Mão em Mão” chega na sua 10ª edição confeccionando histórias de sucesso. Todos os anos, envolvendo centenas de crianças, jovens e adultos de toda a comunidade nova-andradinense que participam e visitam as tendas com exposições de livros de literatura infantil e infanto-juvenil, contação de histórias com fantoches e dramatização, apresentação cultural, cine leitura (leitura digital) com várias obras literárias, contos e poemas.

O projeto acontecerá nos dias 24 e 25 de abril, na praça da Biblioteca Municipal, ao lado da rodoviária.

A solenidade de abertura será realizada no dia 24, às 8h30 da manhã, com a presença de autoridades municipais. A realização é da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte, com o apoio dos professores e alunos das unidades de ensino da rede municipal, SESI – Indústria do Conhecimento, Fundação de Cultura, NUMESPI, Núcleo de Tecnologias e Biblioteca Municipal.

A ação é aberta à visitação das escolas e a participação de pais e da comunidade nova-andradinense em geral, das 8h30 às 17 horas, com o intuito de oportunizar a leitura e incentivar esta prática, possibilitando que tomem consciência de seu papel social e de seu direito à cidadania plena. Durante esses dois dias, a praça se tornará um espaço lúdico em favor da promoção da leitura.

De acordo com o secretário Fábio Zanata, a proposta da rede municipal de ensino é envolver e facilitar o acesso a diversos livros literários e ações literárias, para despertar o desejo de ler e viajar no mundo da leitura. “O projeto foi pensado de forma a contemplar a leitura como foco principal nesse processo, bem como promover uma homenagem ao dia do Livro Infantil e de Monteiro Lobato. Também estamos agilizando uma contação de histórias com fantoches sobre a dengue, com intuito de incentivar e orientar os estudantes a tomar medidas preventivas para combater o foco do mosquito”, explica.