Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Sorteio ocorreu nesta segunda-feira (11) com a presença de representantes da CEF, Município e da empresa Laterza, responsável pela construção das 400 moradias.

Cb image default
Divulgação

Na manhã desta segunda-feira (11), o prefeito Gilberto Garcia, o vice Newton Luiz Oliveira (Nenão) e a diretora da Agehnova, Márcia Lobo, se uniram com representantes da CEF (Caixa Econômica Federal), o gerente Manoel Aves Peronico Júnior, e os engenheiros da Laterza Construções Ltda, empresa responsável pela construção das moradias, José Alfredo Bizinoto e Jorge Miguel Alves, no auditório da Prefeitura Municipal de Nova Andradina para realizar a primeira etapa de sorteios de designação dos endereços das unidades habitacionais do Jardim Primavera, localizado na região da UFMS. 

Também presenciaram o sorteio, Fernanda Procópio, representante do Correspondente Caixa no município, e os vereadores Robertinho Pereira, Amarelinho e Ricardo Lima, dando lisura ao procedimento.

A construção das unidades habitacionais terá início no mês de janeiro de 2018. A Prefeitura, que fez a doação e preparação do terreno onde serão erguidas as 400 moradias, é parceira neste empreendimento. Segundo informações da gerência da instituição financeira, as famílias sorteadas ainda passarão pelo crivo da Caixa. Se os documentos forem validados, os sorteados serão convocados.

Tendo a habitação como um dos carros-chefes do seu governo, Gilberto Garcia demonstrou todo seu entusiasmo com o andamento do processo e destacou o compromisso em fazer mais e mais casas para as famílias que pagam aluguel. “Quero registrar minha preocupação em fazer que Nova Andradina avance nas políticas públicas que garantam o direito social, a cidadania e a dignidade às famílias. Para isso, vamos fortalecer a parceria com a Caixa, Agehab MS e os órgãos do governo federal para fazer o maior programa habitacional da história do município”, explicou Gilberto, ao sortear um dos endereços.

Marcia Lobo reiterou que os 30 sorteados serão analisados pela Caixa e que o município não participa desta avaliação. Até agora, apenas um protótipo das casas foi concluído no local. “Tivemos a oportunidade de conhecer o modelo das moradias e a técnica empregada para a sua construção. Como o processo é rápido, até meados de março, se não houver nenhuma intempérie, já teremos essas primeiras unidades prontas. A Laterza e a Caixa está agilizando todos os procedimentos burocráticos para que nada atrapalhe o início das obras”, afirma a diretora da Agehnova.

O novo bairro tem 216.727,92 metros quadrados (m²). Com de 32.132,20 m² de área institucional voltada para a construção de unidades de saúde, Centros de Educação Infantil (Ceinf) e escolas, perfaz no total, área de 248.860,12 m².

Cb image default
Divulgação