Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações
A história dos Corpos de Bombeiros remonta ao tempo em que as antigas cidades da Grécia e Roma estavam no apogeu de seu esplendor, isto vários séculos antes da Era Cristã, se desenvolvendo e aperfeiçoando a técnica e organização da atividade. Em Mato Grosso do Sul o Corpo de Bombeiros Militar, iniciou suas atividades em 25 de setembro de 1.970, nas instalações da Av. Costa e Silva, nº 901, na Vila Progresso, onde hoje é o 1º Grupamento de Bombeiros, com apenas 33 bombeiros 01 pick-up, para salvamento e 03 caminhões tanques. Em 10 de agosto de 1970, o Comandante-Geral do Policia Militar de Mato Grosso, determinou que uma equipe se deslocasse até a cidade de São Paulo com a finalidade de tomar conhecimento de operação, bem como receber as viaturas recém adquiridas. A equipe regressou em 19 de agosto de 1970, trazendo as quatro primeiras viaturas que iriam servir inicialmente ao |Núcleo de Formação do Corpo de Bombeiros|. O interessante era que enquanto não havia telefone para receber as ocorrências, os Bombeiros ficavam sabendo através de uma emissora de rádio da cidade (Rádio Cultura), onde as pessoas telefonavam para a emissora e a mesma informava os Bombeiros no |ar| e assim a guarnição se deslocava para a ocorrência. Ao longo dos anos, o Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul adquiriu ciência e desenvolvimento em tecnologias, iguais as existentes em qualquer grande centro, e promoveu a segurança da comunidade sulmatogrossense com credibilidade, sendo uma das mais respeitadas instituições, hoje presente em 19 cidades do Estado, com mais de 60.000 atendimentos por ano. Anualmente, o CBMMS tem aproveitado da semana que antecede o Dia do Bombeiro, a Semana Nacional de Prevenção Contra Incêndio e Pânico, e desenvolvido atividades que vão de encontro às demandas da sociedade procurando sensibilizá-la quanto à importância da prevenção aos riscos de envolvimento em incêndios e acidentes, cujo cotidiano revela a suscetibilidade de qualquer cidadão.