Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Até o final deste ano serão 105 famílias beneficiadas neste empreendimento, onde serão erguidas 400 moradias.

Cb image default
Foto: Bruno Seleguim

Mais 30 futuros moradores do residencial Jardim Primavera, conjunto habitacional construído em Nova Andradina, assinaram nesta segunda-feira (06) o contrato de financiamento de suas respectivas moradias.

A cerimônia de assinatura, organizada pela Agência Municipal de Habitação (AgehNova) e Caixa Econômica Federal, ocorreu na agência bancária local com a presença do prefeito Gilberto Garcia, da primeira dama e vereadora, Joana Darc Bono Garcia, vereador Vailton Sordi (Amarelinho), diretora da AgehNova, Márcia Lobo, gerente da Caixa, Thiago Barros de Matos e os secretários municipais Emerson Nantes (planejamento e controle) e Walter Fernandes (finanças e gestão).

Até o final deste ano serão 105 famílias beneficiadas neste empreendimento, onde serão erguidas 400 moradias.

Realização

O momento foi aguardado com ansiedade pelos mutuários contemplados. 

Cb image default
Foto: Bruno Seleguim

Uma dessas famílias é a do motorista Luiz Fernando Galiza Ansaldi, casado com a vendedora Vanderleia Rodrigues Lima Ansaldi, e pai de Vitor Hugo. O casal mora de aluguel há 10 anos e disse que não via a hora de assinar o contrato. “É uma felicidade que não dá para expressar. Logo que ficar pronta, vamos murar e mudar”, comenta, Vanderleia. E o marido complementa: “Daí encomendamos um novo herdeiro, se Deus abençoar”.

O casal reconhece que sem o governo municipal não teria a oportunidade de concretizar este sonho. “Sozinhos, nós não conseguiríamos chegar até aqui. Sou vendedora, ele, assalariado. É um financiamento, mas, sem este apoio do município não tínhamos como conquistar nossa casa”, declarou, emocionada.

Cb image default
Foto: Bruno Seleguim

A pedagoga Deize Aguiar Costa (27) e o funcionário público Jorge Naldo da Silva Ramos(30) estão casados há 3 anos. Para eles, a casa própria significa começar a se estruturar a vida a dois, em família. “O valor da parcela é menor do que o valor que pagamos de aluguel. Então, vai sobrar um pouco para investirmos em melhorias na nossa casa. Queremos mudar assim que pegar a chave nas mãos. É vida nova”, frisou Deise.

O papel do município e da Caixa

A diretora da AgehNova, Marcia Lobo, lembrou que o empreendimento tem total infraestrutura, com redes de água, esgoto, drenagem, asfalto e energia elétrica. A previsão é que estas residências sejam entregues aos seus futuros proprietários ainda este ano.

“O Governo Municipal está de parabéns com esta iniciativa de doar o terreno, colocando à disposição da população um imóvel de qualidade e muito acessível. Isto gera um ciclo de vantagens que impacta não somente a vida das pessoas que vão sair do aluguel, mas movimenta a economia de Nova Andradina. Agradecemos também a parceria da Caixa, por meio de seus funcionários, que não mediram esforços para agilizar esses novos contratos”, disse Márcia.

Durante o evento, o prefeito Gilberto Garcia, ressaltou seu compromisso com a construção de mil casas populares para diminuir o déficit habitacional do município. “Nossa meta é atender as famílias da faixa 1, que mais precisam do apoio do município para realizar ter sua casa própria, em parceria com o governo federal e o governo do Estado, sem partidarismos, com vontade política e muita determinação. Até o final do nosso mandato vamos entregar essas 400 unidades do Jardim Primavera, além de outros projetos que estão em andamento, totalizando 1.000 casas: teremos Condomínio do Idoso, Condomínio Dignidade, novos conjuntos habitacionais”, encerrou o chefe do poder executivo municipal.

Fila andando

Nesta administração, cerca de mil moradias estão contratadas, em fase de construção ou em fase de análise de projetos em Nova Andradina. A cidade, há mais de 10 anos não tinha nenhum imóvel voltado para atender as famílias que se enquadram na faixa 1,5 salário de renda do Minha Casa Minha Vida.