Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações
Cb image default
João Cláudio

Após encerrado o período de chuvas de verão, o governo municipal de Nova Andradina está iniciando um plano para recuperar a camada asfáltica, que se encontra deteriorada em diversos pontos da cidade. Com as obras, a Prefeitura melhora as condições de trânsito e a mobilidade urbana, oferecendo mais conforto e segurança aos pedestres e motoristas.

Nesta etapa, o prefeito Gilberto Garcia está apostando no investimento de quase 1 milhão de reais com recursos próprios do orçamento municipal e do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado do Mato Grosso do Sul) para melhorar a pavimentação de diversas ruas da cidade. 

Cb image default
João Cláudio

A empresa responsável pelo serviço é a Concrenavi Concreto Usinado, de Naviraí, e as máquinas e equipamentos já estão executando os trabalhos de recapeamento desde o início desta semana. Os serviços já foram concluídos na Avenida Masahiko Azuma e em algumas vias urbanas do Portal do Parque. Nos próximos dias, seguem para o bairro São Vicente de Paula. Também estão previstos reparos localizados em 10 pontos da área central e bairros que necessitam de manutenção com mais urgência.

A Prefeitura ainda aguarda a liberação de outros recursos provenientes de emendas parlamentares e órgãos ligados aos governos do Estado e Federal para recuperar as ruas que receberão as obras de esgotamento sanitário da Sanesul como a Vila Operária, em que este serviço está em andamento.

“O município de Nova Andradina mantém um programa constante de captação de recursos junto as esferas de governo, com diversos projetos protocolados que contemplam praticamente todas as ruas do perímetro urbano. Assim, nos próximos meses, novas obras de recapeamento serão executadas”, explica o secretário Júlio Cesar Castro Marques.

Obras paralisadas

Já as obras de pavimentação asfáltica da Avenida Antonio Duarte e da rua Pastor Júlio de Alencar ficaram prejudicadas nos últimos meses, devido à desistência da empresa vencedora da licitação.

A informação da Seinfra (Secretaria Municipal de Infraestrutura) é que a segunda colocada nos processos licitatórios já assinou os contratos e, nas próximas semanas, receberá a ordem de serviços para iniciar as obras.