Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Os certificados conferem a Nova Andradina o Selo Social Prefeitura Amiga da Mulher pelos projetos “Homens em Movimento” e “Mulheres Livres”

Cb image default
Foto: Divulgação

Em reconhecimento às práticas inovadoras desenvolvidas na área do enfrentamento à violência contra à mulher, o governo do estado de Mato Grosso do Sul entregou dois certificados que conferem a Nova Andradina o Selo Social Prefeitura Amiga da Mulher pelos projetos “Homens em Movimento” e “Mulheres Livres”.

Ambos os projetos foram desenvolvidos pela equipe da Secretaria Executiva de Políticas Públicas para as Mulheres com a finalidade de promover a igualdade de gênero, o combate à violência doméstica, incentivo ao empreendedorismo e ao empoderamento feminino.

Os certificados foram recebidos pelas mãos do prefeito Gilberto Garcia e a responsável pela pasta, a secretária Julliana Ortega.

Em nome da sua equipe de trabalho, a gestora agradeceu imensamente ao apoio do Prefeito Gilberto Garcia e toda nossa rede de enfrentamento a Violência contra Mulher. Para ela, “políticas públicas se fazem através de ações e, sem dúvidas, Nova Andradina é referência no combate ao preconceito e a discriminação contra as mulheres”, comemorou.

A rede de enfrentamento a violência é composta por diversos setores do poder público municipal (Secretaria Executiva de Políticas Públicas para as Mulheres, CAM, CREAS, CRAS), Ministério Público, Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM), Policia Militar, através do Promuse (Programa Mulher Segura, Ordem dos Advogados do Brasil, Universidade Brasil, Conselho Municipal de Mulher), poder judiciário, entre outros parceiros.

Nova Andradina vem sendo premiada desde a primeira edição do Selo Social Prefeitura Amiga da Mulher

O Selo foi criado por meio do Decreto nº 14.961, de 8 de março de 2018. Já em sua primeira edição, Nova Andradina foi uma das oito cidades premiadas ao desenvolver um projeto vanguarda ao enfrentamento à violência doméstica e empoderamento feminino a partir da ação governamental “Derrubando as Muralhas do Medo”, orientada pelo lema “Juntas Somos Mais Fortes”.

Nesta nova edição, mais dois projetos ganharam destaque e garantiram prêmios à gestão municipal.

Sobre os projetos

Mulheres livres desenvolve atividades terapêuticas junto a mulheres vítimas de violência doméstica, com apoio de uma equipe formada por profissionais de psicologia, assistência social e pedagogia, através do Centro de Referência e Atendimento à Mulher.

Homens em Movimento é desenvolvido em parceria com o poder judiciário (MP), com homens que respondem a processo judicial de violência doméstica para a reflexão e responsabilização pelos atos praticados.

Os encontros acontecem semanalmente com um grupo de até 12 homens, são abordados temas que envolvem tipos de violência, valores e direitos humanos, dependência química, micro machismo, entre outros.