Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Profissionais do CCZ esclarecem dúvidas dos estudantes e orientam sobre a Dengue, Chikungunya, Febre Amarela e Zika vírus

Cb image default
Divulgação

Cerca de 400 alunos e professores da Escola Municipal Antonio Joaquim de Moura Andrade participaram nesta quinta-feira (26) de uma palestra sobre cuidados para o combate ao mosquito aedes agegyti, realizado pela equipe técnica do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde de Nova Andradina.

O bate-papo envolveu as 15 turmas matriculadas no Pré I, Pré II e 1º ano, nos dois períodos escolares, na Sala de Tecnologia. Os profissionais esclareceram dúvidas e orientaram os estudantes sobre questões como ciclo de vida, alimentação, prevenção e controle do mosquito e as doenças transmitidas chikungunya, dengue, febre amarela e zika vírus.

Além das recomendações corriqueiras, a coordenadora de Controle de Vetores, Joelma Correia, ressaltou a importância de colocar telas nos ralos de escoamento de água e “tap” no cano da fossa ou garrafa pet com furinhos e fazer uso de repelente, principalmente, as mulheres grávidas. “Se cada um fizer a sua parte, o mosquito não vai nascer e não teremos mais essas doenças”, frisou Correia.

Cb image default
Divulgação

O técnico do CCZ, Danilo Bernal Aniceto, se surpreendeu com conhecimento da plateia, formada essencialmente por alunos de 4 a 6 anos. “Eles já tinham uma boa noção sobre o mosquito, sobre o perigo de deixar água parada na sua casa, sobre os males que pode causar. É uma prova que nossas escolas estão engajadas nessa causa, formando cidadãos preocupados e, principalmente, informados sobre o modus operandi do mosquito causador de tantas doenças”, comentou.

Muito atento às explicações da equipe, o estudante do Pré II, da turma B, Miguel Vargas Santos (5) afirmou: “Não podemos deixar de cuidar da nossa casa, porque senão o mosquito bota ovo e chupa o nosso sangue”, disse, demostrando sua preocupação.

Para a pedagoga Elizabeth Garcia de Almeida Silva, “a palestra contribuiu muito para ensinar as crianças, de maneira divertida, a cuidar de suas casas e prevenir a proliferação do mosquito”, relatou a professora.

Jhoy Alves Leite, biólogo e entomólogo do CCZ, também parabenizou a equipe pedagógica pelas atividades ligadas essa temática, que foram executadas com os alunos. “Se desde pequenos nós estivermos conscientizados dos cuidados de que precisamos ter para vencermos o mosquito, com certeza cultivaremos hábitos saudáveis por toda a vida. Por isso é muito importante levarmos essa mensagem aos alunos de uma maneira atrativa, para que eles também se tornem multiplicadores”, concluiu.