Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações
Cb image default
Bruno Seleguim

Diante da pandemia do novo coronavírus e da frequente necessidade de utilizar a informação como ferramenta de saúde, o Governo de Nova Andradina adotou o formato de entrevistas coletivas online transmitidas pelas redes sociais para informar a sociedade sobre a situação da doença no Estado, evitando assim a propagação de fake news.

O boletim diário desta terça-feira, dia 14 de abril, traz os dados oficiais consolidados em Nova Andradina e em todo estado, através do secretário titular da pasta de saúde, Sérgio Maximiano. Também presente nesta live a médica Maria Cláudia Rosenbaum, representante da AMENAVI - Associação dos Médicos de Nova Andradina e do Vale do Ivinhema, e o diretor geral do Hospital Regional, Norberto Fabri.

Conforme as informações do boletim, o número de casos confirmados da doença no Estado subiu para 115, dois a mais do que o dia anterior. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) monitora outros 18 casos suspeitos, que tiveram as amostras encaminhadas para o Lacen/MS, onde será feito o exame para nove tipos de vírus respiratórios, incluindo influenza e Coronavírus. Os resultados ficam prontos entre 24h e 72 horas, após o recebimento das amostras.

Em Nova Andradina, continuam registrados 10 casos de COVID-19, sendo que 6 pacientes já estão curados. O secretário Sérgio Maximiano informou que, no momento, 242 pessoas estão sendo acompanhadas pela Central de Monitoramento, sendo que 98 apresentam sintomas gripais e outras 144 estão assintomáticos.

“São pessoas que passaram por atendimento na Unidade Sentinela localizada na ESF Centro ou por meio do serviço de Telemedicina, e como medida de precaução estão em isolamento nas suas casas por até 14 dias”, informou, reforçando a necessidade de todos ficarem em casa.

Já a médica Maria Claudia respondeu perguntas da população sobre período de transmissão da doença e protocolos de saúde adotados pelas instituições e profissionais de saúde que atuam no enfrentamento a COVID-19. “Todos estão capacitados e comprometidos com o trabalho e, principalmente, em salvar vidas”, assegurou a profissional que integra a equipe do Hospital Regional.

O diretor geral, Norberto Fabri, repercutiu a denúncia feita por um funcionário do Hospital Regional sobre a conduta inadequada de profissionais frente aos casos de novo coronavírus (Covid-19) atendidos na unidade hospitalar.

Norberto adiantou que emitirá uma nota de esclarecimento sobre esse assunto e disse que acusações infundadas dessa natureza desrespeitam a classe médica e os profissionais envolvidos nesses procedimentos, levam desinformação e criam pânico na população.

A direção do hospital afirmou que está sofrendo com falsos denuncismos há algum tempo e irá abrir um procedimento administrativo para apurar os fatos. Os culpados sofrerão as punições cabíveis. 

Cb image default
Divulgação