Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Gestor da saúde do estado de Mato Grosso do Sul afirmou que a doença está em declínio na microrregião de Nova Andradina

Cb image default
Divulgação

Conduzido diariamente pelo secretário municipal de saúde,Sérgio Maximiano, o boletim Covid-19 online desta quarta-feira, dia 19 de agosto, transmitido no facebook da Prefeitura de Nova Andradina, contou com a participação do secretário de saúde de Mato Grosso do Sul, Geraldo Resende, e do diretor geral do Hospital Regional (HR), Norberto Fabri.

Geraldo Resende repercutiu sobre o número de casos de Covid-19 na microrregião de Nova Andradina e ressaltou que MS é referencia nacional no enfrentamento ao novo coronavírus.

Para o secretário de estado, o trabalho conjunto entre as prefeituras, HR e governo estadual resultou na construção de uma unidade, onde a doença está equilibrada e sob controle, de modo que não é esperado um sobressalto de casos como ocorre em outras localidades.

E completou, destacando que o legado positivo pós Covid-19 é a maior oferta de leitos de UTI nas regiões, que evitou o colapso da saúde pública do estado de MS.

“Aqui é um exemplo de município que deu uma resposta ativa no enfrentamento ao coronavírus. Havia uma unidade de UTI existente com 10 leitos e ampliamos com 8 mais leitos específicos para a Covid. Apesar de ter casos da doença, existe um certo alívio e tranquilidade pois a situação está sendo monitorada e, no meu modo de ver, totalmente controlada”, analisou, parabenizando o trabalho dos profissionais da linha de frente.

Já o diretor geral do HR, Norberto Fabri, trouxe os indices de ocupação da UTI Covid-19 e da UTI geral e também informações sobre a taxa de mortalidade da doença entre os pacientes que passaram pela unidade de terapia intensiva e foram recuperados.

“Dos 29 pacientes de Covid-19 atendidos pelo HR, 25 tiveram alta hospitalar e foram curados da doença. O indice de mortalidade é menor do que os registrados em hospitais da rede de saúde privada do país. Isso demonstra que os investimentos chegaram a hora certa. Os 8 leitos covid ajudaram-nos a salvar vidas. O estado é um grande parceiro do Hospital e, da nossa parte, estamos cumprindo a nossa missão de atender com qualidade e eficiência os municípios da região”, informou Norberto.

Na data de hoje, dos 10 leitos de UTI geral,6 estão ocupados, sendo 4 fazendo uso de ventilação mecânica. Na UTI Covid, estão internados 3 sendo 1 fazendo uso de respiradores. No caso dos 16 leitos clínicos, apenas 1 está ocupado.

No Hospital Cassems, apenas 2 pacientes internados.