Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Profissionais de saúde orientam, conscientizam e realizam triagem auditiva nos alunos para evitar ou minimizar perdas auditivas precoces

Cb image default
Divulgação

A perda da audição é um problema sério e irreversível. As causas são variadas, mas as exposições dos indivíduos saudáveis aos ruídos aumentam exponencialmente as chances de lesões gradativas da audição. Perceber que algo pode estar errado no escutar já é sinal de alerta e a ajuda médica, associada ao tratamento, podem combater um maior problema.

Como alerta à saúde, foi criado um dia nacional dedicado ao combate à surdez, lembrado no dia 10 de novembro. Nova Andradina comemora esta data com a realização da 1ª Campanha de Combate a Surdez, que será realizada no período de 11 a 14 de novembro, nas escolas municipais e Apae Raio de Sol.

A finalidade da ação é orientar, conscientizar e realizar triagem auditiva nos alunos para evitar ou minimizar as perdas auditivas precoces. A prevenção ainda é a melhor escolha e alguns cuidados devem ser redobrados quando se trata da saúde auditiva.

De acordo com a fonoaudióloga, Adriana Maria Rosa de Souza, no caso das crianças, a atenção deve ser redobrada.

“o indivíduo deve realizar exames audiológicos uma vez por ano, permitir a realização do ‘teste da orelhinha’ em recém-nascidos, manter hábitos saudáveis com atividades físicas regulares e uma alimentação rica em potássio. Deve ainda evitar uso de medicamentos sem receitas médicas ou colocar objetos no ouvido, controle de volume do seu smartphone, fones de ouvido, TV ou som do carro”, explica a fonoaudióloga.

A campanha é uma realização da Prefeitura de Nova Andradina, através da Secretaria Municipal de Saúde, Centro de Referência Reabilitação (CRR), SEMEC (Secretaria de Educação, Cultura e Esporte), NUMESPI (Núcleo Municipal de Educação Especial Inclusiva e APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais).