Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Com 60% da execução concluída, as quatro obras em andamento contam com recursos das três esferas de governo. Investimentos ultrapassam R$ 7 milhões.

Cb image default
João Cláudio 

As obras de expansão e modernização do complexo de atendimento de média e alta complexidade do Hospital Regional de Nova Andradina seguem em ritmo acelerado.

Nesta segunda-feira (08), o prefeito Gilberto Garcia foi conferir de perto os serviços em execução para dar uma resposta à população, que espera ansiosa a conclusão das obras de construção da UTI Neonatal, Banco de Leite, Unidade de Cuidados Intermediários (Ucinco) e o Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI).

Cb image default
João Cláudio

Esses avanços irão posicionar o hospital como referência em termos de estrutura física e eficiência no atendimento emergencial de recém-nascidos, acesso à exames de raio X, tomografia computadorizada e ultrassonografia, entre outros procedimentos especializados disponíveis somente nos grandes centros urbanos.

O valor total de investimento ultrapassa a marca de R$ 7 milhões. É maior volume de recursos já aplicados em saúde em Nova Andradina, com a participação das 3 esferas de governo. 

Cb image default
João Cláudio

As medições apontam que praticamente 60% das obras estão concluídas. Na maior de todos os prédios, o CDI, estão encerrados serviços como a colocação de pisos, eletrocalhas, contramarcas e pingadeiras das janelas. No Banco de Leite, até o início desta semana foram executados serviços como a instalação de forros, revestimento cerâmico, tubulações do ar condicionado e reboco externo.

Em termos de acabamento, as obras da UTI e UCI estão mais avançadas e seguem no mesmo patamar com os pisos, revestimentos de parede e áreas molhadas já concluídos. No momento, estão em andamento os serviços de colocação do forro de gesso e fiação elétrica. 

Cb image default
João Cláudio

São mais de R$ 3,2 milhões, bancados com dinheiro da Prefeitura Municipal e mais R$ 3 milhões, por meio de emendas do então deputado federal Geraldo Resende, hoje secretário de estado de saúde e outros R$ 670.000,00, emenda do então senador Waldemir Moka.

“Estamos muito perto de realizar mais um sonho, porque temos a confiança e a parceria política necessária para colocar em funcionamento este projeto audacioso, cuja missão principal é salvar vidas. Pela dimensão estrutural, podemos afirmar que está nascendo um novo hospital na nossa cidade. Isso representa um salto de qualidade na saúde pública de Nova Andradina”, agradeceu o prefeito Gilberto.

Acompanharam a vistoria, os secretários Sergio Maximiano (saúde), Julio Cesar Castro Marques, (infraestrutura), Emerson Nantes (Finanças) e o diretor geral da instituição hospitalar, Norberto Fabri.