Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Governo do Estado vai dar todo o apoio à administração municipal, tanto para compra de equipamentos quanto para custeio e habilitação de leito

Cb image default
Arquivo/Cogecom

O Hospital Regional de Nova Andradina fez adesão à proposta do governo de Mato Grosso do Sul para viabilizar a construção de rede de atenção hospitalar na capital e no interior do estado com a finalidade de ampliar o número de leitos de UTI.

A notícia foi dada em primeira mão pelo secretário de saúde do estado, Geraldo Rezende, e confirmada pelo diretor geral da unidade, Norberto Fabri. O Hospital Regional atende 7 municípios do Vale do Ivinhema.

Segundo Resende, se as Prefeituras tiverem problemas na aquisição dos equipamentos para a montagem das UTI’s, o Estado pode ajudar. Se a questão for quanto ao encaminhamento de documentação de habilitação para o Ministério da Saúde, os técnicos também estarão à disposição das Prefeituras.

Cb image default
Divulgação

“Até ontem havia um acréscimo de 135 leitos de UTIs espalhados na capital e municípios do interior. Hoje, tivemos a adesão de Coxim e Nova Andradina. Serão 18 leitos de UTI muito importantes para a atenção ao Vale do Ivinhema. Parabenizo pelo envolvimento das equipes da Secretaria de Estado, dos hospitais e municípios”, frisou o secretário Geraldo Resende.

Hoje, estão disponíveis 10 leitos. O Hospital Regional solicitou a habilitação para mais 8 leitos de UTI, ampliando sua capacidade para 18 leitos de UTI. Conforme o diretor Norberto Fabri, a adesão ao programa foi possível graças a dois fatores: o governo do Estado deu garantias de que irá dar todo o apoio à administração municipal de Nova Andradina, tanto para compra de equipamentos quanto para custeio e habilitação de leito. E, por sua vez, a Prefeitura de Nova Andradina fez a aquisição de 6 respiradores para o Hospital Regional.

“A empresa vencedora da licitação não efetuou a entrega dos equipamentos no prazo estabelecido. A procuradoria geral do município ingressou com ação judicial sob um pedido de liminar e logrou êxito. Com isso, vamos ampliar a estrutura de atendimento emergencial existente e dar nossa contribuição no enfrentamento a Covid-19”, afirmou Norberto Fabri.

Os equipamentos estão previstos para chegar ao Hospital Regional nesta tarde de terça-feira, dia 7 de abril.