Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Até dois funcionários foram deslocados para recepcionar e orientar o fluxo dos usuários dos serviços do hospital

Cb image default
João Cláudio

Acolher significa amparar, confortar, ouvir. Nesse intuito, a direção do Hospital Regional (HR) Francisco Dantas Maniçoba, de Nova Andradina, está ampliando as ações de humanização que estimulam um ambiente mais acolhedor para os usuários.

O foco agora é a sala de recepção dos usuários, visto que é o primeiro contato destes com a Instituição. No local, estão sendo instalados 2 televisores onde é possível assistir a programação dos canais abertos de televisão, bebedouro e cadeiras mais confortáveis.

Nas próximas semanas, os pacientes que aguardam para serem atendidos vão ter à disposição chá e bolachas. Para completar, até dois funcionários foram deslocados para recepcionar e orientar o fluxo dos usuários dos serviços do hospital. Estes profissionais vão ajudar, por exemplo, as pessoas com dificuldades de locomoção a se dirigirem até a recepção, verificar a necessidade de encaminhamento mais urgentes em alguns casos, responder dúvidas comuns dos pacientes sobre procedimentos, entre outras informações básicas.

As medidas foram adotadas pela Comissão de Humanização do Hospital em comum acordo com o Conselho Municipal de Saúde e o apoio do Governo Municipal.

De acordo com o diretor geral da unidade, Nelson Custódio da Silva, a Comissão tem a função de avançar na política de atendimento, potencializando as ações de humanização para mudar a forma como os pacientes são acolhidos e atendidos, desde a chegada à recepção, até a alta hospitalar.

“Humanizar o atendimento e os processos internos são iniciativas permanentes e essenciais para melhorar os serviços oferecidos aos usuários e a satisfação junto aos colaboradores. Desde o início desta administração, o esforço é neste sentido, de proporcionar bem-estar, qualidade e atenção à saúde para todas as pessoas”, frisou o diretor da Funsau (Fundação de Serviços da Saúde de Nova Andradina), mantenedora do Hospital.

Nelson Custódio lembrou que essas melhorias se complementam a outras já implementadas pela direção do HR como a implantação do serviço de Ouvidoria, que avalia a satisfação do usuário nos serviços prestados, a aquisição de 45 poltronas destinadas aos acompanhantes de pacientes que pernoitam no hospital, entre outras iniciativas em parceria com universidades e outras instituições privadas, que garantiram maior dignidade e conforto às pessoas.

Lembrando que o slogan da administração é “Gente em Primeiro Lugar”, o prefeito Gilberto Garcia afirmou que a humanização na relação entre médicos, profissionais e principalmente pacientes, deve ser uma meta do Hospital. “No setor de saúde, dar atenção aos sentimentos e anseios de quem precisa nos momentos mais delicados é fundamental. Por outro lado, reconhecemos que problemas sempre vão existir num hospital onde mais de 200 pessoas são atendidas todos os dias. O foco é e sempre será: oferecer dignidade. Nossa meta a perseguir é a melhoria da qualidade e da eficiência da atenção dispensada aos pacientes, acompanhantes e visitantes”, declara Gilberto.

Contato com a Ouvidoria

Entre as atribuições da ouvidoria estão: receber as solicitações, reclamações, denúncias, sugestões e elogios encaminhados pelos usuários e levar estas informações ao conhecimento dos gestores.

O ouvidor recebe e registra as informações, vai atrás da causa, verifica e participa da solução do problema junto com os setores envolvidos, mantendo sempre o sigilo.

Pelo Site: www.funsau-na.com.br

Pelo e-mail: ouvidoria@funsau-na.com.br

Pelo telefone:(67) 3441-7790