Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Os equipamentos foram comprados pelo valor de R$ 222.120,00. Custo total foi dividido igualmente entre a Prefeitura e Secretaria Estadual de Saúde.

Cb image default
Foto arquivo: João Cláudio

O governo de Mato Grosso do Sul, por meio da Secretaria Estadual de Saúde, confirmou ontem (20.05), o pagamento de valor de R$ 111.060,00 à empresa vencedora da licitação feita pela Prefeitura de Nova Andradina para a aquisição de aparelhos de terapia respiratória para ventilação pulmonar, também chamados de respiradores pulmonares.

Logo que tomou conhecimento do pagamento efetuado, o prefeito Gilberto Garcia agradeceu ao governo de MS, na pessoa do secretário de saúde, Geraldo Resende, pela importante parceria na viabilização desses equipamentos que já foram doados e entregues ao Hospital Regional de Nova Andradina para reforçar rede pública de saúde no tratamento de casos graves de COVID-19.

O prefeito afirmou que Nova Andradina foi uma das poucas cidades do país a conseguir reforçar o estoque de respiradores do hospital, que é referência no atendimento de paciente com Covid-19 na região.

“O governo federal comprou toda a produção de respiradores do país. Só conseguimos esses ventiladores mecânicos porque nos antecipamos ao Ministério de Saúde e, por consequência, garantimos a entrega. O secretário Geraldo Resende confirmou a liberação de recursos para cobrir parte dos gastos que tivemos e somos muito gratos a ele por isso”, frisou Gilberto. 

Cb image default
Foto: João Cláudio

O investimento total é de R$ 222.120,00, sendo que este custo foi dividido igualmente entre a Prefeitura e Secretaria Estadual de Saúde.

Este valor é inferior ao que foi pago pelo próprio Ministério da Saúde, quando assinou o contrato de compra de 6,5 mil respiradores mecânicos, no valor de R$ 322,5 milhões. Isso significa que a unidade saiu por R$ 49.500,00, enquanto que Nova Andradina pagou, em média, 37 mil cada respirador.

Os ventiladores ajudam pacientes que não conseguem respirar sozinhos e seu uso é indicado nos casos graves de coronavírus (COVID-19), que apresentem dificuldades respiratórias.

A estrutura da UTI está instalada e à disposição dos pacientes, caso haja necessidade. Atualmente, a UTI do Hospital Regional conta com 18 respiradores, sendo que está ocupada por 5 pacientes, nenhum com Covid-19.