Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

O descarte adequado de entulhos e materiais de construção contribui com a limpeza da cidade e a proteção do meio ambiente

Cb image default
Foto: Bruno Seleguim

Com o intuito de incentivar os munícipes e as empresas a darem uma destinação correta para os resíduos de entulhos e materiais de construção, a Prefeitura de Nova Andradina fez algumas melhorias no Aterro da Construção Civil, situado no prolongamento da rua Pastor Júlio de Alencar.

Entre as melhorias, destaque para o cercamento da área do aterro, instalação de placas indicativas e a colocação de um portão de entrada e saída de veículos. Servidores públicos municipais recebem os resíduos no local e cuidam para que sejam depositados separadamente. De um lado são armazenados os galhos de árvores, grama, destinados por empresas de jardinagem e pelos próprios munícipes. De outro, resíduos de construção como tijolo, concreto, argamassa, telhas, entre outros.

A adoção dessas medidas dá cumprimento ao TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) assinado com o Ministério Público, através da Promotoria de Justiça de Nova Andradina. De acordo com o secretário Roberto Ginel, o descarte adequado desse tipo de material contribui com a limpeza da cidade e a proteção do meio ambiente. 

Cb image default
Foto: Bruno Seleguim

A entrega pode ser feita diariamente, inclusive aos finais de semana e feriados por meio de caçambas ou veículos. Em pequenas quantidades, os resíduos podem ser dispostos em sacos de lixo e entregues diretamente pelos munícipes.

“É fundamental as ações conjuntas entre a Prefeitura e a população no sentido de diminuir os descartes clandestinos em vias públicas, evitando transtornos, como entupimentos das bocas de lobo, e acúmulos de entulhos em áreas urbanas que impedem o fluxo de pedestres e facilitam a proliferação de roedores e insetos que propagam doenças como a dengue, zika, chikungunya e febre amarela”, alerta o secretário Roberto Ginel.

O gestor pede ainda a colaboração da população para que não descarte lixo em terrenos baldios. “Diariamente, recebemos diversas reclamações dos moradores daquela região. A denúncia é que as pessoas vêm até o aterro para jogar o entulho e quando verificam que está fechado despejam o resíduo em qualquer lugar, principalmente nas proximidades do ecoponto”, explica o titular da pasta.

Cb image default
Foto: Arquivo pessoal

Residente no bairro Campo Verde, localizado nas imediações do Ecoponto, Joana Dark agradeceu a Prefeitura pelo gerenciamento e adequação do aterro. “Sofríamos há muito tempo com o acesso desregulado de pessoas que iam até o lixão para jogar os mais diversos tipos de materiais e, o pior de tudo, ainda ateavam fogo, acarretando dias e dias de fumaça e mau-cheiro, incomodando crianças, idosos e todos que conviviam com essa situação. Faço um agradecimento especial ao prefeito, que olhou por nós e atendeu nossa reivindicação”, declarou a moradora.

Horário de atendimento no Aterro da Construção Civil

O Ecoponto funciona de segunda a sábado, das 7h às 18h e aos domingos, das 7 às 15 horas. O uso é gratuito.

O que pode ser descartado no Ecoponto:

• Materiais como resíduos de construção civil (tijolo, concreto, argamassa, telhas e outros).

• Podas de galhos, folhas e outros materiais provenientes de limpeza de jardim.