Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Maior parte dos recursos estão sendo direcionados para a realização do micro revestimento em diversas ruas do centro, bairros Guiomar Soares Andrade, Irman Ribeiro e Capilé.

Cb image default
Foto: Glaucia Piovesan

Com a qualidade da pavimentação asfáltica de Nova Andradina, comprometida com a ação do tempo, o desafio da gestão do prefeito Gilberto Garcia é o de recuperar estes estragos, melhorando o tráfego de veículos e garantindo maior segurança aos transeuntes.

Diante deste compromisso, a Prefeitura de Nova Andradina garantiu R$ 1,5 milhão em investimento para obras de tapa buracos, recapeamento em CBUQ e micro revestimento asfáltico. Deste total, R$ 1 milhão são provenientes do Fundersul e o restante (cerca de meio milhão de reais) vem dos cofres públicos municipais. 

Cb image default
Foto: Glaucia Piovesan

Para a execução desses serviços, o governo de Nova Andradina contratou, via licitação, a empresa AR Pavimentação e Sinalização Eireli, que deu início a aplicação de micro pavimento asfáltico em diversas ruas do centro, bairros Guiomar Soares Andrade, Irman Ribeiro e Capilé.

Nesta etapa, a maior parte dos recursos estão sendo direcionados para a realização do micro revestimento (cerca de 33,5 mil metros quadrados de vias), em locais em que as ações emergenciais de tapa-buracos não são suficientes para recuperar adequadamente a via.

Cb image default
Foto: Glaucia Piovesan

O micro revestimento asfáltico urbano é indicado para rejuvenescimento e impermeabilização de superfícies asfálticas desgastadas, que apresentem porosidade ou fissuras. Entre suas vantagens, em relação à lama asfáltica, está o tempo de secagem. Enquanto a lama demora até 48 horas, o micro revestimento tem tempo médio de cura de apenas uma hora e trinta minutos.

““Estamos apostando em uma tecnologia mais resistente a fim de solucionar os problemas nas vias públicas, ao mesmo tempo em que otimizamos os recursos públicos. O micro revestimento é impermeabilizado e possui custo menor que o comum”, salientou o titular da Seimfra, Júlio Cesar Castro Marques.

Os trabalhos continuam ao longo desta semana, em ruas que sofreram maiores danos no período de chuvas.